Buscar
  • Luiz Carlos - LC

EXCELÊNCIA EM PRODUTIVIDADE PARA TER COMPETITIVIDADE

Atualizado: Mai 11



O mestre dos mestres da administração moderna “Peter Drucker” disse:

“Se você quer algo novo, você precisa parar de fazer algo velho”.


Neste contexto uma empresa nacional para ser competitiva não pode apenas aplicar as mais modernas técnicas importadas de gestão existentes, porque ainda assim estará fazendo algo velho, pois seus maiores e melhores concorrentes já fizeram isto e a mais tempo.

Eles sim criaram “algo novo” e por isto merecidamente colhem resultados superiores.

É óbvio que ao usar estas técnicas uma empresa nacional terá um ganho de produtividade e competitividade frente a ela mesma e a alguns concorrentes, mas nunca frente aos maiores e melhores.


“Se você quer algo novo, pare de fazer algo velho”, é o que todas as maiores e melhores empresas fizeram e fazem, é a receita do mestre seguida à risca por quem quer resultados superiores.


Mas qual seria o impacto nas nossas empresas de algo realmente inovador a nível mundial?


É possível ter uma ideia observando o que ocorreu no Japão pós-guerra que adotando duas ferramentas, o Target Costing e o E.V.A. (engª e análises de valores), se transformou numa das maiores potencias mundiais.

Lembrando que o ponto de partida deles foi infinitamente pior do que o nosso atual, podemos imaginar o quão difícil foi, afinal toda a inovação também é sinônimo de trabalho pesado.


Mas o que seria um algo novo que amenizasse os efeitos nefastos do Custo Brasil, da falta de produtividade e de outros graves problemas que nossas empresas enfrentam?


A “LC Precificação Estratégica Pró-Ativa” é este algo novo, comprovadamente eficaz, que possibilita qualquer empresa obter ganhos reais de produtividade e competitividade, pois sua base de conhecimentos é inovadora, exclusiva e “ainda” desconhecida dos concorrentes internacionais.


É a evolução sobre qualquer um dos outros seis métodos de precificação existentes já que abrange as operações fundamentais e os aspectos mercadológicos, e isto também a torna mais estratégica que o Pricing, que não é um método para precificar e limita-se aos aspectos mercadológicos.

Pode e deve ser combinada com as outras técnicas gerenciais importadas porque potencializa os benefícios estabelecendo mais vantagens competitivas, principalmente combinada com a E.V.A. (engª e análises de valores).


Agora é o momento de citar outra frase de “Peter Drucker”:


“O que pode ser medido pode ser melhorado”


Medir muito mais do que qualquer outro método de gestão é entre outras coisas o que a “LC Precificação Estratégica Pró-Ativa” faz.


Amplia sensivelmente o que pode ser medido abrindo espaço para uma racionalização mais ampla e eficaz nos produtos e nos processos o que promove a “Excelência em Produtividade”.


O conceito de “Excelência em Produtividade” é a amplitude que o ganho deve ter para maximizar a competitividade de uma empresa ou de um país.

Não se trata apenas de mais um método para formar preços e sim de uma nova forma estratégica de medir mais e melhor o que pode ser melhorado, mostrando na hora e “como se deve” os reflexos das melhorias.


A “LC Precificação Estratégica Pró-Ativa” faz uso da nova “LC de Custeio Gerencial” e são formados por outros inovadores métodos, portanto é uma metodologia completa que envolve todo o ciclo operacional da empresa.


Apresenta-se como um software customizado onde absolutamente tudo pode ser simulado, e esta ação de projetar os cenários obtendo na hora os reflexos além de facilitar tornam as decisões mais eficientes.


É aplicável em qualquer empresa e de qualquer porte, até mesmo nas indústrias que estão com seu parque industrial defasado haverá uma melhora significativa de produtividade.


Minha experiência é de que em alguns casos os resultados obtidos foram tão bons que permitiram ao Cliente competir com os preços CIF dos chineses, e na maioria dos casos os resultados no mínimo superam as perdas decorrentes do Custo Brasil.


As diferenças nos resultados ocorrem em função das improdutividades existentes nas empresas, ou seja, quanto mais improdutividades melhor são os resultados obtidos.


Investir "corretamente" no seu próprio negócio é a melhor das aplicações, pois além do melhor ganho monetário haverá o inigualável ganho da satisfação pessoal.

Luiz Carlos Freire Cimatti

LC Consultorias e Rep. Com. Ltda.

12 visualizações
  • Twitter Classic